Calor recorde na China permite fritar carne na calçada

A cidade de Shanghai teve o mês de julho mais quente dos últimos 140 anos, com temperaturas de até 40 graus Celsius.
Calor recorde na China permite fritar carne na calçada Cliques Diversos

Algumas regiões da China estão enfrentando uma grande onda de calor nos últimos dias naquele que é o mês de julho mais quente dos últimos 40 anos. Na cidade de Shanghai, por exemplo, a temperatura chegou aos 40,6 graus – a maior já registrada no local.

Após várias pessoas terem falecido por conta dos efeitos da alta temperatura, o governo do país passou a divulgar um alerta nacional para os perigos causados pelo calor. Por meio dos meios de comunicação, o Estado sugere aos cidadãos que evitem realizar atividades ao ar livre. Já na província de Zheijang, o governo utilizou técnicas para criar nuvens artificialmente para aliviar a seca na região.

Cozinha ao ar livre
Para demonstrar os efeitos do calor, jornalistas chineses chegaram a testar o calor ao jogar em um piso de mármore um pouco de água – que evaporou em fração de segundos. No mesmo piso, a equipe conseguiu também fritar um pedaço de porco em apenas dez minutos, ao mesmo tempo em que derreteram parte de uma vela.

De acordo com o Serviço Meteorológico da China cliques diversos

A população parece ter gostado da ideia e começou a fritar outros tipos de alimento no chão, compartilhando as fotos dos resultados na rede social Sina Weibo. Entre outras brincadeiras dos internautas chineses, circula também uma montagem da Mona Lisa, de Leonardo Da Vinci, em uma versão de cabelo curto para escapar do calor.

De acordo com o Serviço Meteorológico da China, as regiões afetadas pelas temperaturas acima dos 35 graus devem se estender pela próxima semana.

Calor na china chega a 40 grau Clqiues Diversos





Agregadores de Link

Agregadores de Link

GeraLinks - Agregador de links Aglomerando