Animais Há 130 milhões de anos, dinossauro seduzia parceira com penas

Animais Há 130 milhões de anos, dinossauro seduzia parceira com penas
Jean-Louis Santini Em Washington


De acordo com estudo publicado na revista Science, um pequeno dinossauro com plumagens, carnívoro e parecido com um corvo, vivia nas árvores do atual norte da China e se tornava atraente no momento do acasalamento devido à sua plumagem, como ocorre com as cores das aves modernas. A pesquisa se baseou em um fóssil de microrraptor em que é possível identificar o esqueleto de um dinossauro de quatro asas com uma longa cauda, adornada com penas diversas, quase tão longas quanto as penas das asas. Matt Shawkey, paleontólogo que participou do estudo, salientou a importância deste fóssil, que representa "muito claramente uma transição entre dinossauros e aves, os quais têm muitas características morfológicas"

Paleontólogos chineses e americanos afirmaram que a plumagem de um pequeno dinossauro, que viveu há 130 milhões de anos, brilhava. Esta é a primeira evidência de que esta característica desempenhou um papel-chave na sedução e na evolução das espécies.

Segundo um estudo publicado nesta sexta-feira (9) na revista Science, a iridescente plumagem deste microrraptor de quatro asas, carnívoro e parecido com um corvo, que vivia nas árvores do atual norte da China, tornava-o atraente no momento do acasalamento, como ocorre com as cores em aves modernas.

Fontes :uol.com.br

Agregadores de Link

Agregadores de Link

GeraLinks - Agregador de links Aglomerando